Mosaico do Pepino

O Mosaico do pepino (CMV) é encontrado em todas as partes do mundo, sendo mais severo nos países da Ásia e Europa. Sintomas variam amplamente dependendo da estirpe e da cultivar de tabaco. O sintoma mais comum é um mosaico típico que pode ser confundido com o TMV.

Possui um amplo número de hospedeiros e é transmitido por mais de 60 espécies de pulgões. É muito comum em áreas onde se produz hortaliças como o pepino e outras da família das cucurbitáceas e também da família das solanáceas. Normalmente, os sintomas aparecem mais nas bordas da lavoura de tabaco, próximo de ervas daninhas e beiras de mato que servem de hospedeiras para o pulgão e o vírus.

Por ser transmitido por pulgões, um bom controle de insetos é fundamental para evitar perdas com essa virose.

Não existem cultivares resistentes ao CMV. A virose deve ser prevenida através de inseticidas sistêmicos com longo efeito residual e outras medidas como culturas que possam servir de barreiras entre a cultura de tabaco e potenciais fontes de inóculo. Evitar o plantio próximo de hortaliças. Apesar de não haver resistência a essa virose, o uso das cultivares resistentes ao PVY pode diminuir a severidade dos danos do CMV.

Fotos com sintomas da doença:

Termos e Condições Gerais

ProfiGen do Brasil Ltda - Estrada do Couto Km 03, Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
Fone: (51) 3056-1400 Celulares: (51) 98452-3184 ou 98452-3185