Empresa


Fundada há 25 anos, a ProfiGen do Brasil tem sede em Santa Cruz do Sul-RS- Brasil. Ao longo desta trajetória, consolidou-se como uma das maiores produtoras de sementes de tabaco do planeta e está presente em mais de 30 países.

Dispondo de tecnologia de ponta, em modernos laboratórios voltados à pesquisa e desenvolvimento, a empresa firmou importantes parcerias com universidades nacionais e internacionais, contando com a participação de cientistas renomados em pesquisas voltadas ao desenvolvimento de cultivares com elevado padrão de qualidade. Também possui acordos com clientes dos cinco continentes para o desenvolvimento e testes de novos produtos, a fim de proporcionar soluções efetivas para as diferentes necessidades e cenários produtivos. Graças a este comprometimento e ao programa próprio de melhoramento genético, as sementes com a marca da ProfiGen contribuem para a produção de safras mais estáveis, o que se reverte de forma positiva em toda a cadeia produtiva.

Um exemplo deste comprometimento com a atividade produtiva ocorreu em 1997, um ano após a fundação da empresa. Naquele ano, as lavouras de tabaco Virgínia do Paraná estavam sendo destruídas pelo vírus Y da batata, conhecido como PVY. Em busca de uma solução para o caso, a ProfiGen importou dos Estados Unidos uma cultivar – a NC55 – resistente à doença e passou a fornecer sementes dela aos produtores, o que viabilizou a continuidade da produção de tabaco naquela região. 

Outro marco se deu em 1999, quando a ProfiGen obteve licença para produção e comercialização das cultivares desenvolvidas pelas universidades americanas da Carolina do Norte e do Kentucky. Entre as cultivares licenciadas estava o NC 3, primeiro híbrido Burley com resistência a nematoides plantado no Brasil.

A introdução dos híbridos Virginia de maturação rápida no mercado também foi um marco na história da ProfiGen e da produção de tabaco. Os híbridos com esta característica permitiram a expansão dos negócios da empresa para muitos países, além de oferecer uma ferramenta inovadora para os produtores brasileiros. A maturação rápida é adequada para países que têm um ciclo curto para produção de tabaco e para antecipação da colheita, como é o caso no Brasil. O primeiro híbrido Virginia de maturação rápida da ProfiGen, PVH19, foi lançado em 2001. Nos anos seguintes esta tecnologia foi sendo aprimorada, chegando na sua excelência em 2009 com o lançamento do híbrido PVH2310 que passou a ser cultivado em larga escala nas Américas, Europa e Ásia.

Atentos à demanda global de tabaco, constantemente são lançados novos híbridos de tabaco com maior adaptabilidade aos diferentes tipos de solo e clima, aliados a um amplo pacote de resistências a doenças e facilidade de manejo.

A ProfiGen conta com um robusto programa de gestão da qualidade, atestado pela manutenção do certificado ISO9001 desde 2001, assegurando os mais altos padrões de qualidade em seus produtos e serviços. 
 


 

Veja também