Black Shank


 



 
Doenças e pragas

Black Shank


A canela-preta ou Black Shank pode afetar plantas de tabaco de qualquer idade. Em mudas jovens, o colo da planta pode ser afetado e o sistema radicular pode se tornar parcial ou totalmente escuro. Os sintomas podem ser confundidos com o tombamento de mudas causado por outros organismos. Em plantas adultas, observa-se uma lesão escura na base da planta que pode se estender até o caule da planta.

As folhas podem murchar de forma repentina e uniforme, se tornando amareladas e murchas ainda no caule da planta. Ao fazer um corte longitudinal na área mais afetada do caule, nota-se a presença de discos na medula. Calor e umidade favorecem o desenvolvimento de Black Shank. Estádios avançados da doença podem causar a morte parcial ou completa do sistema radicular.

Em safras chuvosas as plantas podem sobreviver. Porém, os estresses causados por seca ou calor normalmente causam a morte das plantas infectadas devido ao colapso do sistema condutor de água.

O fungo causador do Black Shank, Phytophtora parasitica var. nicotianae, está presente no solo e é facilmente espalhado para áreas não infestadas por equipamentos ou através da água. Como os esporos do fungo são móveis, a distribuição da doença dentro da mesma lavoura pode não ser uniforme. Até o momento existem duas raças de Black Shank descritas, raça 0 e raça 1, e as mesmas podem ser confundidas entre si.

A principal forma de manejo para controlar o Black Shank é o uso de cultivares resistentes, mas também, fungicidas registrados e autorizados podem ser utilizados. A rotação de culturas e o controle de nematoides também são importantes tendo em vista que os nematoides predispõem o tabaco ao Black Shank.
A destruição dos restos de cultura é muito importante no controle do Black Shank.

A ProfiGen possui vários híbridos com resistência e/ou tolerância às diferentes raças de Black Shank. É fundamental identificar qual a raça de Black Shank que ocorre em sua lavoura para escolher as cultivares mais adequadas para cada situação.

 

Fotos com sintomas da doença:


 Sintoma inicial em planta infectada com canela-preta (black shank).

 Canela-preta na base do caule

 Discos formados na medula da planta afetada pela canela-preta.

 Comparação entre as cultivares suscetíveis e resistentes em lavoura infectada com a canela-preta.

 

Veja também



Produtos relacionados


  • PVH2233
    Resistentes a PVY

  • PVH2261
    Resistentes a PVY

  • PVH2404
    Resistentes a PVY

  • PVH1600
    Tolerantes a murcha

  • PVH2329
    Tolerantes a Amarelão

  • PVH2310
    Maturação rápida

  • HB4155P
    Tolerantes a Murcha Bacteriana e Fusarium

  • HB4192P
    Resistentes a Black Shank

  • HB4488P
    Resistentes a Nematoides






Imagem Panorâmica ProfiGen

Endereço

Estrada do Couto
Km 03,
Santa Cruz do Sul
RS - Brasil